Jesus foi visitado por pastores de ovelhas ou por magos do Oriente?

Muitos céticos dizem que os evangelhos de Mateus e Lucas são contraditórios em suas narrativas sobre o nascimento de Jesus. Segundo eles, Lucas garante que, logo após o Seu nascimento, Jesus foi visitado por pastores de ovelhas, ao passo que Mateus afirma que Ele foi visitado por magos do Oriente. Afinal, essas são declarações contraditórias ou não? Vejamos.

Lucas diz: “Havia pastores que estavam nos campos próximos e durante a noite tomavam conta dos seus rebanhos. E aconteceu que um anjo do Senhor apareceu-lhes e a glória do Senhor resplandeceu ao redor deles; e ficaram aterrorizados. Mas o anjo lhes disse: ‘Não tenham medo. Estou lhes trazendo boas novas de grande alegria, que são para todo o povo: Hoje, na cidade de Davi, lhes nasceu o Salvador que é Cristo, o Senhor. Isto lhes servirá de sinal: encontrarão o bebê envolto em panos e deitado numa manjedoura’. De repente, uma grande multidão do exército celestial apareceu com o anjo, louvando a Deus e dizendo: ‘Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens aos quais ele concede o seu favor’. Quando os anjos os deixaram e foram para o céu, os pastores disseram uns aos outros: ‘Vamos a Belém, e vejamos isso que aconteceu, e que o Senhor nos deu a conhecer’. Então correram para lá e encontraram Maria e José, e o bebê deitado na manjedoura. Depois de o verem, contaram a todos o que lhes fora dito a respeito daquele menino, e todos os que ouviram o que os pastores diziam ficaram admirados” (Lucas 2:8-18).

Mateus diz: “Depois que Jesus nasceu em Belém da Judéia, nos dias do rei Herodes, magos vindos do Oriente chegaram a Jerusalém e perguntaram: ‘Onde está o recém-nascido rei dos judeus? Vimos a sua estrela no Oriente e viemos adorá-lo’. Quando o rei Herodes ouviu isso, ficou perturbado, e com ele toda a Jerusalém. Tendo reunido todos os chefes dos sacerdotes do povo e os mestres da lei, perguntou-lhes onde deveria nascer o Cristo. E eles responderam: ‘Em Belém da Judéia; pois assim escreveu o profeta: ‘Mas tu, Belém, da terra de Judá, de forma alguma és a menor entre as principais cidades de Judá; pois de ti virá o líder que, como pastor, conduzirá Israel, o meu povo’. Então Herodes chamou os magos secretamente e informou-se com eles a respeito do tempo exato em que a estrela tinha aparecido. Enviou-os a Belém e disse: ‘Vão informar-se com exatidão sobre o menino. Logo que o encontrarem, avisem-me, para que eu também vá adorá-lo’. Depois de ouvirem o rei, eles seguiram o seu caminho, e a estrela que tinham visto no Oriente foi adiante deles, até que finalmente parou sobre o lugar onde estava o menino. Quando tornaram a ver a estrela, encheram-se de júbilo. Ao entrarem na casa, viram o menino com Maria, sua mãe, e, prostrando-se, o adoraram. Então abriram os seus tesouros e lhe deram presentes: ouro, incenso e mirra. E, tendo sido advertidos em sonho para não voltarem a Herodes, retornaram a sua terra por outro caminho” (Mateus 2:1-12).

Ora, pelo que vemos, Jesus foi visitado tanto por pastores de ovelhas quanto por magos do Oriente. E o que fortalece essa ideia é o fato de que Lucas, ao narrar a visita dos pastores de ovelhas, não disse que eles viram uma estrela, mas que foram informados do nascimento do menino por um anjo do Senhor que desceu do céu. Ademais, esses pastores não presentearam o menino; eles apenas foram ao Seu encontro para adorá-lo.

Já Mateus, ao narrar a visita dos magos do Oriente, diz que eles foram até Jesus seguindo uma estrela, e que o presentearam com ouro, incenso e mirra.

Assim, percebemos que cada evangelista falou sobre uma visita diferente. Portanto, esses relatos não podem ser contraditórios.

Então, uma visita ocorreu primeiro que a outra: Os pastores visitaram Jesus primeiro, logo após o Seu nascimento, pois O encontraram na manjedoura. Já a visita dos magos do Oriente ocorreu cerca de dois anos depois, quando a família de Jesus já estava em uma casa. Herodes deduziu que Jesus poderia ter até dois anos de idade quando essa visita aconteceu e, por isso, decretou que matassem todos os meninos de menos de dois anos (Mateus 2:13-18).


Obs.: Muitos acreditam que Jesus foi visitado por três reis magos, mas isso não está na Bíblia. A Bíblia não fala nada sobre o número de magos nem diz que eles eram reis; simplesmente a tradição crê que foram três por causa do número de presentes. Mas não podemos ter certeza se foram realmente três.